Watch videos with subtitles in your language, upload your videos, create your own subtitles! Click here to learn more on "how to Dotsub"

Edmund Kemper - Serial Killer - Documentary - [part 4]

0 (0 Likes / 0 Dislikes)
Naquela noite ele pegou a caroneira Cindy Shaw, ele convenceu Cindy de que ela poderia confiar nele, então ele levou-a até um lugar remoto onde ele revelou que tinha uma arma. Seu comportamento é muito confuso para mim sobre o que aconteceu, por que você chegou a dizer que ela estava cooperando? Muitas vezes o serial killer pega sua vítima pela sua vulnerabilidade e ingenuidade, em outras palavras, ele quer pessoas que sejam ingênuas, isto pode ser o que tenha acontecido, e também pode ser que a garota não esperava ser assassinada. Kemper diz que saiu do carro e deu a Cindy a oportunidade de pegar a arma que ele deixou no banco da frente, ela poderia ter escapado, mas ao invés disso ela saiu do carro deu a volta e foi até o porta-malas que Edmund havia aberto e disse Nossa que porta-malas grande, Edmund então pediu que ela entrasse, e ela obedeceu. É plausível que na mente de Edmund suas vítimas estejam se tornando mais complacentes e compreensivas com o que ele precisa fazer. A linha entre a realidade e o mundo de fantasia de Edmund está claramente encolhendo, com um tiro na cabeça, ele matou Cindy Shaw. Ele então levou o corpo de sua quarta vítima para a casa de sua mãe. Então ele deita-a na cama, faz sexo com ela. e corta o corpo em um número de pedaços dentro da banheira. As suas outras vítimas, Edmund havia distribuído os pedaços dos corpos distantes de seu lugar, mas desta vez ele enterrou a cabeça de Cindy no quintal de sua mãe. Uma das coisas que Edmund disse mais tarde era que ele estava deixando as evidências cada vez mais perto de sua mãe. Enterrou a cabeça no quintal, apenas sua cabeça ele fez um ponto dizendo que estava olhando para este sujeito; então distribuiu o resto de seu corpo no oceano Pacífico. Menos de 24 horas depois, o corpo desmembrado de Cindy apareceu na beira-mar. Um mês depois de ter assassinado Cindy Shaw, Edmund teve outra discussão Um mês depois de ter assassinado Cindy Shaw, Edmund teve outra discussão tempestiva com sua mãe, então saiu de carro para dar uma volta. Ele estava procurando alguém para assassinar não simplesmente alguém, pois ele buscava por um padrão. Dentro de pouco tempo ele pegou duas estudantes Roselyn e Alysson no campus da Universidade da Califórnia – Santa Cruz. elas haviam sido avisadas, pois todas as mulheres da universidade foram avisadas para não pegarem carona. Mas a mãe de Edmund trabalhava no campus e o carro dela tinha um adesivo de estacionamento da universidade as garotas confiaram nele. Foi tudo fácil demais. Com a vingança contra sua mãe dentro dele, Kemper atirou e matou Roselyn e Alysson e levou os corpos para a casa de sua mãe e executou o seu ritual. Ele decepou suas cabeças, e cortou suas mãos ele distribuiu as partes em quatro locais diferentes de Santa Cruz. Kemper estava “se refugiando nos assassinatos” . e pior do que isso, ele estava envelhecendo. Para auxiliar nos seus assassinatos, ele comprou uma arma Magnum calibre 44, mas em uma checagem de rotina no departamento de polícia de Santa Cruz. Eles conectaram o nome de Edmund Kemper a duplo homicídio e por conta disso, ficou duvidoso se Edmund Kemper deveria ter posse daquela arma. A polícia decidiu confiscar a Magnum, até que eles tivessem certeza de que Edmund poderia ficar com ela. O policial responsável pelos registros comunicou o tamanho de Edmund, e isto se tornou uma piada no departamento, pois quem teria coragem de tirar a arma do gigante? Então um novato foi como se fosse um teste. Na tarde de 2 de abril de 1973 policiais foram até a casa de Kemper para confiscar sua arma, muitos policiais se lembravam de Ed do bar local, então ninguém suspeitava que ele fosse um serial killer brutal. Ele era uma figura bem conhecida em Santa Cruz, e também era uma figura bem familiar para muitos policiais. por causa do bar Sala do Juri. Então nós explicamos para ele porque nós estávamos lá, então eu disse á ele que ele precisaria entregar sua arma e ele entendeu e disse: -- Perfeitamente. Os oficiais asseguraram á Ed que isto era uma formalidade. Mas a paranoia de Ed foi longe. E neste ponto ele disse que eles estavam chegando perto dele. Semanas passaram e nada aconteceu. Mas Ed não conseguia tirar a visita da polícia de sua mente. Com medo de ser pego, ele se tornou menos RACIONAL. e tomou uma decisão fatal Em 21 de abril de 1973 caminhou até o quarto de sua mãe. armado com um martelo e bateu na sua mãe que estava dormindo até a morte. Toda a raiva que ele guardou por anos ele finalmente colocou para fora. Na mente de Ed, ele havia exorcizado seu maior demônio sua mãe nunca mais causaria problemas para ele. Ele nunca sabia o que ela queria que ele fizesse E finalmente quando ela está fora da vida dele, quando ele finalmente a mata. Neste ponto ele pensa: finalmente eu tive sucesso em um dos meus objetivos, tirar a minha mãe da minha vida, e agora ela se foi. Ed então ligou para uma amiga de sua mãe, ele pediu a ela que viesse até a casa de sua mãe. Ele coloca seus braços ao redor dela, como se fosse lhe dar um pequeno abraço e daí traz o braço até o pescoço dela e a sufoca. Ed esperava que quando os dois corpos fossem descobertos, a polícia culparia um invasor. Ed então saiu da cidade dirigindo, passou por Nevada, Utah e pelo Colorado Por 3 dias Ed fugiu dos policiais que ainda não faziam idéia que ele era um assassino; mas uma dica de uma fonte inesperada logo daria a eles a oportunidade de juntar as peças dos assassinatos da Mãe de Kemper. Manhã de Páscoa, 23 de abril de 1973, o serial killer Edmund Kemper estava fugindo, aos 24 anos ele teria matado pelo menos 6 mulheres no norte da Califórnia; ele também havia matado sua mãe com um martelo, e sufocou sua melhor amiga até a morte A paranóia agora tomou conta de Ed enquanto ele cruzava o deserto. Mas a policia estava atrás de Ed Eles estavam procurando pelo responsável dos assassinatos, mas eles não tinham idéia de que se tratava da mesma pessoa. Ele estava fora de controle, sua mãe estava morta, haviam evidências em todo o lugar do terreno. Na sua viagem cruzando o país, Ed ouvia as notícias pelo rádio, mas ele se decepcionou, pois não havia notícias sobre sua fuga. Uma das características do serial killers é que eles gostam de atenção, eles gostam de estar na mídia, eles querem ter um apelido, eles querem ter um bom apelido. Depois de 3 dias e 1.500 milhas, Kemper parou de fugir. Matar a mãe, psicologicamente fez dele uma pessoa que sentia que havia completado sua missão, e é neste ponto que eu penso que ele pensou: estou acabado, isto é tudo! Eu preciso de outros impondo coisas para mim, pois eu fui tão longe quanto eu pude. Ele parou em uma cabine telefônica em Pueblo – Colorado e ligou para um dos seus colegas no departamento de polícia de Santa Cruz. Ironicamente o policial que atendeu ao telefone, era alguém que conhecia Ed como uma pessoa que bebia muito.

Video Details

Duration: 10 minutes
Country: Brazil
Language: English
Producer: jsgfsbfdfgfg
Director: khyffvrtd
Views: 206
Posted by: andreiahertel on Mar 10, 2011

documentario ed kemper

Caption and Translate

    Sign In/Register for Dotsub to translate this video.